Luz, Sombras e Autoaceitação

quinta-feira, julho 07, 2016

É preciso aceitar os nossos sentimentos. Integramos nossa sombra à nossa luz. Tentamos sempre ser donos da verdade e esquecemos que é na fragilidade que está a verdadeira força. Aceitar o "eu não sei" é libertador. 

Não precisamos esconder nossa tristeza ou nossa raiva. Esses sentimentos são sinalizadores de algo que não estamos querendo ver dentro de nós. Temos medo de mostrar nossas emoções e as reprimimos e isso que fica escondido embaixo do tapete da nossa inconsciência apenas sugando energia. O que você não ilumina te controla.

 Luz e Sombras


Nos aprendemos que temos que reprimir nossas emoções para sermos amados. Ora, que grande mentira. Nós somos seres perfeitos e tudo que existe em nós é digno de amor. Enquanto desprezarmos partes nossas vamos continuar projetando isso em outras pessoas e vamos continuar ficando impressionados como o outro pode ser tão terrível.Nós enxergamos o mundo a partir do que acontece  em nossa mente e o outro, afinal, é um grande espelho.

Também costumamos reprimir o sentimento de medo. Ele é, na verdade, um grande véu que nos separa de uma outra margem. O que está atrás do véu é algo que tememos por não conhecermos. É importante olhar face a face o nosso medo e não recuar. Ele não é esse mostrinho tão terrível que imaginamos. É sempre bom lembrar que coragem vem de agir com o coração, agir além do medo, mesmo o sentindo.

O universo é sábio e todas as nossas partes foram moldadas por ele. Nós somos seres infinitos e sempre há algo novo para descobrirmos sobre nós. É preciso estar em constante investigação para perceber se não estamos fugindo de algo em nós. Cada coisa que chamamos de defeito tem uma história por trás para descobrimos e amarmos tanto em nós quanto nos outros. Tudo faz parte de um processo de interdependência: estamos todos conectados. 

É preciso aceitar nosso eu verdadeiro e ser quem somos. Parece simples e bobo, mas é a nossa maior missão aqui nesse plano. Nós estamos aqui para lembrar que somos perfeitos e curar todas as barreiras que criamos nos separando de nós mesmos. A Divindade não é algo aparte e sim algo que está em nós, através de nós, em todos os nossos poros. Por isso tantas pessoas buscam na religião algo que nunca poderão alcançar, que é essa conexão interna com a força criadora. Ela não está fora. Está aqui, está em você, em mim! 

Respire e sinta seu eu verdadeiro, ame sua essência que é a própria Divindade em ação. Integre sua sombra à sua luz e se ame por inteiro. 


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Ei, deixe seu comentário! Sua opinião faz a diferença por aqui. Se tem um blog,pode colocar seu link para eu retribuir a visita, mas não faça SPAM,hein.