Acordes do Ontem

sexta-feira, novembro 18, 2016

Comecei a pensar que estou lendo demais livros românticos. Sonhando com príncipes, cavaleiros, reis ou ladrões de corações. Este coração meio frozen. 


Talvez eu esteja vendo demais comédias românticas. Achando que apesar de todas as trapalhadas no final vai acontecer um encontro mágico.

Ou, quem sabe, a culpa seja das novelas, que nos ensinam que o amor sempre vence quando a última cena vai ao ar.

E nesses sonhos coloridos eu esqueço que a nossa realidade é bem diferente. O orgulho é o grande protagonista e o romantismo é um velho decrépito.

De repente o gelo que estava se formando resolveu derreter e com isso as feridas ainda abertas começaram a sangrar.

Talvez minha mania saudosista esteja dando as caras e me pegando em um momento frágil (do mês).

No fim, nossa mente cria uma seleção criteriosa de episódios editados e coloca para rodar e rodar e rodar. 

Definitivamente, a culpa é da Super Lua que ressuscitou essa veia romântica, relembrando acordes de violão que ficaram perdidos no ontem.

Ah,romantismo, seu ancião decaído, o que você espera de mim? Mais uma poesia sem sentido, mais uma vez "sim"?

Mas eu disse "não" e abracei a solidão de um inverno sem fim.

Pura poesia e eu nem queria.


You Might Also Like

0 comentários

Ei, deixe seu comentário! Sua opinião faz a diferença por aqui. Se tem um blog,pode colocar seu link para eu retribuir a visita, mas não faça SPAM,hein.

Comunidades