Como manter a paz de espírito

sexta-feira, março 17, 2017

Já reparou que os pensamentos da maioria das pessoas acaba nos afetando? Sempre acreditamos que a vida é sangue,suor e lágrimas. Mas a verdade é que a vida é luta, doença, problemas, mas também é família, amor, trabalho e alegrias. E para entender isso e não vier numa montanha-russa de sentimentos, precisamos manter o equilíbrio. 


É muito fácil se manter no equilíbrio quando tudo está indo como gostaríamos, mas a grande verdade é que tudo que lemos e ouvimos dos nossos líderes religiosos sobre paz de espírito não se prova num dia de culto ou numa oração, mas sim nos momentos em que algo difícil acontece. Uma pessoa com paz de espírito não se abate nas dificuldades, pois ela sabe que vai superar e que tudo na vida tem uma solução.

Muitas vezes entramos em dúvida sobre qual a melhor decisão. Ou em momentos de raiva, nem pensamos direito e já partimos para a voz do instinto - atacar para sobreviver. Manter a calma em momentos de guerra é algo que devemos buscar. Algumas pessoas dizem que a voz do coração é corrupta, pois uma hora quer algo, outra não quer. Mas o que é corrupto é se deixar levar pela vontade do momento, sem analisar o quanto aquilo é importante para nós.O coração, por sua vez, mostra o que realmente vem de dentro de nós. Por exemplo, é muito fácil se deixar levar pela vontade de dizer que seu namorado é preguiçoso por não querer sair sábado à noite, mas esquecer as coisas boas do namoro e o que é importante mesmo - o amor de vocês (isso é a voz do coração).

Também é preciso manter a paz de espírito nos momentos de espera. Muitas pessoas entram em relacionamentos abusivos ou que não há nada em comum só por pensar que nunca encontrarão algo melhor, pois não têm paciência de aguardar a a pessoa certa. Não que exista uma alma gêmea apenas, linda e perfeita, mas existem pessoas que combinam mais com o nosso jeito de ser e pensar. A pessoa sábia constrói seu próprio destino, tijolo por tijolo. Já a que se deixa levar pelo momento, o destrói a cada passo. 

Ter claro os seus motivos para agir de uma determinada forma é algo essencial. Sem o porquê seu objetivo se torna vazio. Por exemplo, qual o motivo de eu manter a calma durante uma briga com meu namorado? Porque eu o amo e não quero magoá-lo. Esse é seu motivo para ação, no caso, agir com calma. Outro caso de falta de clareza sobre os motivos é quando alguém entra na faculdade só por seus amigos estão fazendo isso, e depois percebe que o curso não tem nada a ver com seus objetivos- o que é importante de verdade para ele. Ou, algo mais comum, começa a academia e fica um mês sem ir. É preciso definir um motivo que toque o seu coração, algo que te mova, ou seja, algo que realmente importa para você.

Nós estudamos, lemos, vemos palestras, vamos a templos religiosos justamente para nós desenvolver como pessoas e só conseguimos ver esse progresso nos momentos que a vida coloca provas e obstáculos para ultrapassarmos. Da próxima vez que algo tentar te deixar fora do seu eixo, lembre-se da palavra-chave: paz de espírito. E para manter essa paz, basta pensar no que realmente importa, o seu motivo para ação (motivação). 



You Might Also Like

0 comentários

Ei, deixe seu comentário! Sua opinião faz a diferença por aqui. Se tem um blog,pode colocar seu link para eu retribuir a visita, mas não faça SPAM,hein.

Comunidades